sexta-feira, 9 de junho de 2023

Vestida como uma duquesa: a elegância e sofisticação de Kate Middleton


Ao longo dos anos, o estilo de Kate Middleton viu uma evolução notável. Desde o início, a Duquesa de Cambridge adotou silhuetas femininas e padrões impressionantes, usando desde simples sandálias aos mais elegantes saltos. Algo que permanece intacto no estilo de Kate é o seu amor confesso por etiquetas britânicas, sem esquecer a sua visão high-low – combinar marcas de baixo custo como L.K.Bennett, Topshop, Zara ou Reiss com nomes como Alexander McQueen, Erdem, Emilia Wickstead e Jenny Packham. Essa passou a ser a sua assinatura de estilo.

Kate parece ter se inspirado em looks da Princesa Diana e da Rainha Elisabeth, com um detalhe: a opção por cores vibrantes. Quando não está revisitando looks do passado, suas escolhas são pensadas nos mínimos detalhes: peças arrojadas que são um statement, mas que nem por isso comprometem o seu lugar como futura Rainha. Basta pensar na capa azul Mulberry que usou na Irlanda do Norte em fevereiro de 2019; o padrão floral do vestido Erdem que levou ao Chelsea Flower Show em maio do mesmo ano, e ainda o sobretudo cinzento Catherine Walker usado no dia de Natal.

Capa azul Mulberry

Vestido Erdem

Sobretudo cinzento Catherine Walker

A elegância e sofisticação de Kate encanta a todos. Mas será que tem como "roubar" um pouquinho desse estilo?

Claro! Vamos focar na visão high-low.

O estilo high-low tem em como característica principal a mistura de peças sofisticadas e outras mais básicas, ou seja, itens de luxo com elementos mais baratos, que podem ser encontrados, inclusive, em lojas populares e brechós. Mesclando os opostos você dá mais personalidade ao seu visual, deixa o look mais ousado e ao mesmo tempo confortável, e, o mais importante: sem gastar um absurdo! A única regra do estilo High and Low é ter o bom senso, pois misturar roupas ou tecidos diferenciados e tecnológicos com as baratas não é tão fácil quanto parece.
Vamos dar alguns exemplos usando os looks da Duquesa de Cambridge.



Uma composição simples e ao mesmo tempo sofisticada: Uma blusa básica de tricot, com uma calça pantalona em malha. Ambas as peças facilmente encontradas desde de lojas de grife até lojas de preços populares.


Estiloso e arrojado. Um terninho sempre entrega. O segredo na composição desse look está nos elementos adicionais como a blusinha básica e a bolsa, em coordenação de cor.


E mais uma vez o tricot surge como um coringa, pois consegue desfilar entre os estilos de forma fluída e refinada. Nesse look a peça popular é a bermuda, que poder ser desde um linho até uma viscose ou brim.



Todo guarda-roupa que se preze tem que ter aquele vestidinho básico, que salva em várias situações. Peças como essas podem ser facilmente combinadas com scarpins, para locais que pedem um pouco mais de estilo, ou sandálias, para ocasiões mais informais. E o mais importante: dá para encontrar um vestidinho similar a esse da Duquesa com preços bem em conta.
LEIA MAIS

quinta-feira, 8 de junho de 2023

Milhões de católicos tomam as ruas do Brasil nesse Corpus Christi


Católicos de todo o mundo celebram nesta quinta-feira, 08 de junho, um dos maiores eventos da Igreja Católica, o Corpus Christi.

Na celebração de Corpus Christi, os fiéis reafirmam a sua fé na presença real de Jesus Cristo nas espécies do pão e do vinho consagrados na missa.

Instituída por Jesus na Última Ceia, a Eucaristia perpetua na Igreja o mistério da paixão, morte e ressurreição de Cristo. Quando este sacramento é celebrado, o acontecimento central de salvação se faz realmente presente e nele se atualiza a obra da redenção da humanidade.

A fé católica professa que, pelas palavras de Jesus na Última Ceia “isto é o meu corpo”, “isto é o meu sangue” – e pela invocação do Espírito Santo na celebração da missa, o pão e o vinho não apenas “representam” ou “simbolizam” o corpo e o sangue de Cristo, mas se tornam verdadeira, real e substancialmente, o corpo, o sangue, a alma e a divindade de Jesus Cristo”, ou seja, “Cristo completo”. É por essa razão que a Igreja Católica presta reverência e adoração à Eucaristia como o grande “mistério da fé”.

O que marca a festa de Corpus Christi é a procissão, quando ocorre a ornamentação das ruas, com tapetes feitos de vários tipos de materiais, como serragem colorida, pigmentos, cal, flores, pó de café, etc. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida.

No Brasil, milhões de católicos foram às ruas nessa santa celebração.

Em São Paulo a celebração contou com missa campal na Praça da Sé, presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo. Logo após, os fiéis saíram em procissão eucarística pelas rua do centro da cidade, passando pelo Pateo do Collégio, Mosteiro de São Bento e terminando no Largo de Santa Ifigênia, onde houve a bênção do Santíssimo Sacramento.

Em Manaus (AM) a missa solene, foi realizada durante a tarde, presidida pelo arcebispo de Manaus, cardeal dom Leonardo Steiner, na Avenida Eduardo Ribeiro, e reuniu fiéis de todas as paróquias da capital.

Em Porto Alegre (RS) a procissão foi antecedida por celebração de missa na Catedral Metropolitana pelo arcebispo Jaime Spengler. Em seguida, os fieis seguiram pelas ruas até a Igreja Nossa Senhora da Conceição, na avenida Independência – no trajeto foram realizadas paradas breves em frente ao colégio Sévigné e à Santa Casa de Misericórdia para uma saudação aos profissionais da educação e da saúde, bem como aos enfermos.

Em Salvador (BA) a solenidade foi presidida, na Catedral Basílica, pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sérgio da Rocha. Após a Celebração Eucarística, os fiéis saíram em procissão pela Praça da Sé, Rua da Ajuda, Rua Chile, Praça Thomé de Souza, Rua da Misericórdia, Praça da Sé e Terreiro de Jesus, onde aconteceu a bênção do Santíssimo Sacramento.



Em Ilhéus (BA), centenas de fiéis compareceram à missa solene, realizada na Catedral de São Sebastião, às 8 da manhã. À tarde, católicos de todas as paróquias da cidade se reuniram em procissão na Avenida Soares Lopes, indo até à Catedral de São Sebastião, onde houve a bênção do Santíssimo Sacramento, presidida pelo Bispo Dom Giovanni Crippa.


LEIA MAIS

Bia Haddad é derrotada pela número 1 em Roland Garros


A tenista brasileira Bia Haddad, número 14 do mundo, perdeu para a polonesa Iga Swiatek, primeira colocada no ranking, jogo válido pelas semifinais do torneio de Roland Garros por 2 sets a 0 (6-2 e 7-6). 

Haddad travou um jogo duríssimo contra a Iga e fez com que a polonesa perdesse a maior quantidade de games num jogo de Roland Garros nesta edição. Mesmo com a queda no campeonato, Bia termina sua participação no torneio francês com o melhor desempenho do Brasil na Era Aberta – período, que teve início em 1968, em que torneios de Grand Slam passaram a permitir que atletas profissionais disputassem campeonatos contra amadores. 

Caso fosse à final, Bia quebraria um tabu que perdura desde 2001, quando Gustavo Kuerten, o Guga, chegou numa final de Roland Garros. Desde então, brasileiros não disputaram a decisão do campeonato. Considerando o torneio feminino, o tabu perdura desde 1968. O último melhor resultado de uma brasileira em um dos principais torneios de tênis do planeta foi às semis, conquistado pela lendária Maria Esther Bueno, no Aberto dos Estados Unidos. 

Mesmo com a derrota, a brasileira terá de torcer para a algoz, Iga Swiatek, na final contra Karolina Muchova para entrar no Top-10 do ranking mundial da WTA – Women Tenis Association, ou Associação de Tênis Feminino na tradução livre.

LEIA MAIS

Milhares de fiéis tomam ruas de São Paulo na Marcha para Jesus


A Marcha para Jesus tomou as ruas do centro de São Paulo na manhã desta quinta-feira, 8 de junho. Milhares de fieis se concentraram no Centro, onde começará a caminhada até a Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na Zona Norte da capital. Essa será a 31ª edição do evento e terá apresentações de pastores e shows de cantores evangélicos. 

O evento começou por volta das 9h30, quando a marcha infantil saiu da estação Tiradentes (Linha 1-Azul) do Metrô. Milhares de fieis lotaram a área onde acontecerão os shows e pregações. Ao todo, mais de 20 apresentações estão confirmadas, incluído duas internacionais. 

A Marcha para Jesus começou em 1993 no Brasil, passando por diversos outros países, como Argentina, Canadá, Estados Unidos, Moçambique, Japão e Rússia. Segundo a organização do evento, é o maior evento popular cristão do mundo. A expectativa é de que o evento deste ano reúna mais de 2 milhões de pessoas.

O governador Tarcísio de Freitas sancionou, no dia 08 de março, a norma que declara o evento "Marcha para Jesus", realizado anualmente em São Paulo, como patrimônio cultural de natureza imaterial do Estado. A Lei estadual 17.647/2023 foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Confira as apresentações do evento:

Anderson Freire
Brandin Reed (internacional)
Bruna Karla
Daniela Araújo
Fernanda Brum
Gabriel Guedes
Julia Vitória
Lakewood Music (internacional)
Lukas Agustinho
Marcus Salles
Mari Borges
Maria Marçal
New Id
Pastor Lucas
Pedras Vivas
Renascer Praise
Sarah Beatriz
Thalles Roberto
Theo Rubia
Ton Carfi
Victin
LEIA MAIS

Pesquisa registra queda em número de crianças matriculadas na escola


O número de crianças entre 4 e 5 anos matriculadas em escolas brasileiras caiu de 92,7% em 2019 para 91,6% em 2022, registrando assim uma queda de 1,1%. Os dados são da Pnad Contínua de 2022, estudo divulgado pelo IBGE. 

O Instituto registrou ainda que o número é bastante relevante porque nunca, desde o início da série histórica, que começou em 2017, o índice havia caído. Diminuir a proporção de alunos matriculados deixa o país mais distante da meta de universalizar o acesso à pré-escola, que deveria ter sido alcançada em 2016, segundo o Plano Nacional de Educação. A matrícula nessa etapa é obrigatória por lei, mas por causa do fechamento das escolas por um período prolongado na pandemia, as dificuldades no acesso remoto e o atraso na vacinação infantil, os pais, possivelmente, tiraram os filhos das escolas, mesmo que de forma provisória. As crianças mais novas foram as mais afetadas. 

A Pnad mostrou ainda que o número de crianças de 6 a 14 anos matriculadas no Ensino Fundamental caiu de 97,1% em 2019 para 95,2% em 2022. Ainda de acordo com a Pesquisa, 36% das crianças de 0 a 3 anos estão matriculadas em creches. 

Outros dados da Pnad mostram que 10,3% das mulheres abandonaram a escola por causa dos afazeres domésticos, 20% da população entre 15 e 29 anos não estudavam nem trabalhavam e 53,1% da população adulta passou a ter o ensino médio completo.
LEIA MAIS

quarta-feira, 7 de junho de 2023

Nubank demite 296 funcionários no Brasil


O Nubank, banco digital, demitiu 296 funcionários no Brasil nesta quarta-feira, 07 de junho. De acordo com informações divulgadas no site da empresa, a medida faz parte de uma reestruturação no setor de operações. Segundo o Nubank, a área era dividida em unidades independentes focadas em cada produto, o que atendeu o período passado de expansão de um produto para uma plataforma multi-produtos. 

Ainda de acordo com o comunicado da empresa, foi identificada a necessidade de consolidar as equipes de produto em uma organização centralizada. Na visão do Nubank, “isso permitirá um atendimento ainda mais completo aos clientes e ganhos de escala, com uma gestão integrada de todos os produtos e serviços”.

A empresa explica que, com o novo modelo, algumas funções e posições tornaram-se redundantes e ressaltou que “diversos grupos de funcionários já foram ou serão reposicionados internamente em outras funções e equipes”. O banco acrescentou que todos os funcionários afetados foram comunicados sobre a decisão e informou que ofereceu uma série de benefícios , como: salários adicionais por tempo de casa, extensão temporária do plano de saúde, e uma verba de apoio para recolocação no mercado. 

A empresa informou ainda que a reestruturação ocorrem em funções administrativas e não irá impactar no atendimento final ao cliente. Por fim, o banco informou que não há previsão de novas reestruturações e que o ritmo de contratações e desligamentos é normal nos demais setores, “de acordo com os planos de negócios e desempenho de funcionários”
LEIA MAIS

Compra da Garoto Chocolates pela Nestlé é autorizada após duas décadas


Duas gigantes da alimentação no Brasil agora estarão juntas. Após duas décadas de negociações, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) autorizou a compra da Chocolates Garoto pela Nestlé, nesta quarta-feira, 07 de junho.

O acordo havia sido anunciado em 2002, por R$ 566 milhões, mas foi barrado em 2004 sob o argumento de defesa da livre concorrência. Na época, as marcas representavam o segundo e o terceiro maiores fabricantes de chocolate do Brasil. De acordo com o Cade, a Chocolates Garoto deveria ser vendida a uma empresa de menor porte, para evitar que fosse formado um monopólio no mercado.

Este ano, a Nestlé defendeu a existência de “a presença altamente competitiva de grupos nacionais e internacionais” no segmento, citando marcas como Ferrero e Hershey’s. Isso acabaria com o impedimento da transação. Por conta disso, o Cade autorizou a venda. O novo acordo incluiu cláusulas sociais e concorrenciais de investimentos.

LEIA MAIS

Rio de Janeiro confirma sexto caso de gripe aviária no Estado


As autoridades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro confirmaram mais um caso de gripe aviária, a H5N1, em uma ave silvestre migratória do tipo fragata encontrada em uma praia no município de Niterói, cidade da região metropolitana. 

Com o novo registro, o número de animais vítimas da doença subiu para seis no Estado. Outras duas ocorrências estão sendo analisadas pelas autoridades. 

Duas aves foram encontradas mortas no município de São João da Barra, no norte do estado, onde já existem casos confirmados da doença. 

Os seis casos confirmados foram localizados na na Ilha do Governador, em Niterói, em Cabo Frio e no município de São João da Barra, onde três aves foram encontradas com o vírus. 

Um plano de contingência e de melhor comunicação entre municípios, vigilância sanitária e autoridades de Saúde já foi montado pelas autoridades do Rio de Janeiro, que estão atentas e em alerta.

Até o momento, não houve nenhum registro de infecção em aves com fins comerciais de abate e consumo em território nacional e no exterior. 

No Brasil, já foram registrados casos de H5N1, no Rio Grande do Sul, no Espírito Santo e, mais recentemente, em São Paulo. O Governo Federal abriu uma linha de crédito extraordinária, da ordem de R$ 200 milhões, para enfrentar a influenza aviária no país.
LEIA MAIS
Related Posts with Thumbnails